Pages

Assista A Introdução

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

KAMIKAZE

Já não sei se passei da idade
Ou se sinto tudo isto por você
Ate mesmo se é verdade tudo o que sinto por você
Já não sei, já não sei nem mesmo o que dizer

Mas:

Qualquer dia eu viro um Kamikaze
E me atiro em cima de você
Sobre este seu corpo todo desgastado
Pelo sofrimento que finges viver


Seu mundo é um mundo seu
Seu corpo você diz ser só meu
Mais seu génio nem mesmo de Deus
Orfeu, oh Zeus


As vezes ate tento lhe entender
E até mesmo de seus braços não correr
Mas junto aos seus punhos trás cansaço
Me amarrando me forçando a substrato ser


Mas não devo me render aos seus desejos
E ser mais um a me juntar aos seus defeitos
Não tem jeito, não tem jeito
Agora só me resta lhe dizer


Qualquer dia eu viro um Kamikaze
E me atiro em cima de você




ANDERSON SC


Este poema foi desenvolvido domingo 18 de julho de 1999, porem revisado e alterado algumas parte na data de hoje 23 de novembro de 2009, o titulo original era: "Formato de Personalidade"

Kamikaze (Kamikaze-tokkō-tai 神風特攻隊)(神風 de kami significando "deus" ekaze, "vento") é uma palavra Japonesa — comum por ter se tornado o nome de um tufão que se diz ter salvo o Japão em 1281 de ser invadido por uma frota líderada por Kublai Khan, conquistador do Império Mongol .

Em Japonês o nome "kamikaze" é apenas usado para designar este tufão, e neste caso, pode ser traduzido como: "Vento de Deus em prol do Japão". Nalíngua inglesa, contudo, refere-se habitualmente a um ataque suicida usado pelos pilotos japoneses que combateram na Segunda Guerra Mundial.


2 comentários:

nataer disse...

Sandro,
Não tem um outro poema que começa da mesma forma que Kamikaze? Eu gosto muito...

Parabéns o blog tá bem feito e com lindos versos...

Beijos, Nati

EDER BOVELO disse...

Certeza que não foi escrito em 1989?

Bem-vindo ao clube dos escritos digitais, mas não faça como eu que acaba postando dois contos por mês.

Felicidades