Pages

Assista A Introdução

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Nebulosa AtilaT


Em meu céu não havia mais estrelas
Tanto foi o tempo sem uma supernova
Se quer a visão de uma nebulosa
Ver por do sol era motivo de extrema tristeza


Eu roguei por chuva
Sempre achando que a culpa era minha
Acendi fogueira
Queimei-me na vaidade


Agora cá estou
Tentando criar versos
Palavras bonitas que falem de amor


Agora eu sei, que a culpa é sua
Foi você que me vitalizou
Além de abrir os meus olhos
Como linda estrela morena
em meu céu se fixou


ANDERSONSC

2 comentários:

Valéria Sorohan disse...

Desse teu céu as letras se fazem eternas.

BeijooO*

[Ananda] disse...

concordo com a valéria é a estrela num céu escuro..a msm coisa nas letras.
^^
Lindo moço.